domingo, 4 de dezembro de 2011

Lista de compras para todas as ocasiões

Share it Please
Outro dia fui visitar uma amiga, e quando cheguei em sua casa, lá estava uma senhora vendendo produtos de beleza de uma marca americana. Ela  me ofereceu o produto, apresentou ,e até passou um creme na minha mão para eu comprovar a qualidade.
Quando ela me perguntou se eu gostaria de comprar, eu respondi:" Não obrigada."

Pois bem, esta historinha, me inspirou escrever sobre uma atitude que venho tomando já faz algum tempo.
Depois que comecei a me preocupar com o meu dinheiro e saber exatamente para onde ele vai (já que meu bolso não está furado) adquiri o hábito de não comprar o que não está em meu planejamento e  para não correr o risco de errar eu faço lista para tudo. 
Se estou fazendo o serviço doméstico e percebo que preciso comprar alguma coisa para decorar, consertar ou para qualquer outra finalidade, paro o que estou fazendo e anoto.

Quando vou arrumar o guarda-roupas, também faço anotações das minhas necessidades. Na verdade eu estou sempre anotando o que preciso comprar.
Até mesmo no trabalho, quando lembro de algo, faço uma anotação.

O legal de fazer estas listas de compras (para tudo), é que eu evito comprar coisas das quais não preciso e ficar com necessidades que poderiam ser resolvidas.

Ainda pensando na historinha que lá de cima que inspirou esta postagem, fico pensando:
Se eu saio de casa para ir ao cinema, porquê tenho que passar em uma loja e comprar um jeans?

Se vou visitar uma amiga, porquê tenho que sair de lá com um perfume?

Se vou ao supermercado comprar pão, porquê tenho que comprar um pote de sorvete?

Será que o ato de comprar é algo tão sedutor, que não podemos nos controlar?
Eu não vou correr o risco de ser simplista e responder a todos estes porquês, não tenho conhecimento para isto e nem é a minha intenção.
O que posso e já estou fazendo é tentado refletir um pouco mais sobre a maneira como utilizo o meu dinheiro, tenho estado mais atenta na hora de gastar, e isto tem me rendido bons resultados.


Se você ainda não tem o hábito de listar as suas necessidades, aproveite o início da semana e comece, esta atitude pode ser norteadora na hora das compras, especialmente nesta época do ano.

Que bom que você veio, volte SEMPRE !













3 comentários:

Talita disse...

Oi Luciene, vi que você postou no meu blog Maternidade e depois removeu a publicação. Fui checar seu perfil para ver se tinha algum endereço de email, mas acabei encontrando seu blog. Que máximo! Meu marido e eu temos um blog sobre finanças pessoais também (http://www.omeudinheiro.com.br/), sabia? O nome é parecido com o seu, rs. Em 2008 lançamos um livro chamado "Para onde foi o meu dinheiro?"!! Parabéns pelo blog! Um abração, Talita

Denise R disse...

Ainda não sou como você: uma pessoa que aprendeu com as "dificuldades financeiras". Mas, já me dei conta que se eu tivesse conhecimento antecipado dos meus gastos, não gastaria com algumas bobagens!! Por isso, meu comentário aqui é sobre sua dica de fazer listas.
É bem verdade, tenho listado minhas necessidades e, consequentemente, tenho tomado melhores decisões quando penso em comprar.
Sempre leio os itens, acrescento e excluo (gastei muito na vida e não comprei muita coisa necessária...minha lista é grande!)Resultado? Já tenho feito compras mais conscientes e errado menos. LISTA DE NECESSIDADES É UMA ÓTIMA DICA PARA CONTROLE DA COMPULSÃO POR GASTAR.
Quero aproveitar e compartilhar uma questãozinha sobre a lista: qual o melhor lugar para deixá-la?
No começo (dez/2011), eu a pendurei numa caixa de avisos próximo à entrada da casa. Horrível, minhas visitas participariam da minha intimidade. rs Mas onde poderia colocar a lista, de modo que ficasse visível pra mim sem me expor? Não deu outra, coloquei a lista na minha gaveta de "lingeries". Lugar íntimo e visitado por mim pelo menos duas vezes ao dia. E lá está minha lista me dizendo no imperativo aquilo que me GRITAM TV, a revista, os outdoors nas ruas...: COMPRE ISSO!! rs
Parabéns pelo blog! Abraço, Denise

Luciene Soares disse...

Olá Denise,

Desculpe a demora em responder o seu comentário.
Eu acho que não há um lugar específico para colocar as nossas listas. Isto depende muito do estilo de vida de cada pessoa. Eu acredito muito na experimentação. É importante tentarmos várias possibilidades, não deu certo , mude. Eu faço da seguinte maneira por enquanto: Deixo uma lista na cozinha, na geladeira (na leteral) e outra no quarto da bebê. Eu sempre penso no que pode ser mais fácil para poder funcionar. Um abraço.

Blogroll

About