segunda-feira, 20 de maio de 2019

Dívidas boas! Elas existem?

O vídeo está muito interessante. Fazer dívidas para antecipar os sonhos pode ser uma boa saída, mas sem responsabilidade o sonho pode se transformar um pesadelo!



Vale cada minuto! Assista !






Continue Reading...

domingo, 5 de maio de 2019

Tempo para cuidar do dinheiro


Não tenho tempo para cuidar do dinheiro". Esta é uma frase muito comum.
É verdade que muita gente trabalha o dia inteiro, chega em casa muito tarde e tem uma rotina exaustiva.

Ainda assim, é necessário separar um tempo para organizar, pensar, como será usado o dinheiro.


O tempo é o mesmo para todo mundo, o que pode ser diferente é a maneira como cada um escolhe usa - lo.
Algumas sugestões para usar o tempo e se dedicar aos cuidados com o dinheiro:

1 - Desligue a tv ao menos 2 vezes por semana na hora da novela ou da série que você gosta.

2 - Duas vezes por semana dedique 20 minutos da hora do seu almoço.

3 - Reserve 1 hora e meia do Sábado.

4 - Reserve 1 hora e meia do Domingo.

5 - Acorde 1 hora mais cedo 1 vez por semana ou durma 1 hora mais tarde.

Essas são apenas algumas iniciativas que podem colaborar com a saúde do seu bolso.
Comece hoje mesmo a dedicar tempo para cuidar do dinheiro que você ganha.

Cuide com carinho de todo o valor que passa por suas mãos.


Continue Reading...

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Governe a sua própria vida


Lá fora... E a que está dentro? Quem foi que fez?

Eu sempre presto muita atenção no quanto o brasileiro é bom em muitas coisas.

Sabemos de quase tudo. Somos ótimos agentes de trânsito. Sempre aparece alguém com uma solução para os problemas de engarrafamento, farol quebrado e tudo o mais.

De uma maneira geral, as pessoas sabem como solucionar os problemas da nação.
Elas têm opinião para tudo, solução para tudo:
Para o lixo, como resolver o problema dos hospitais, da educação...

Mas gente, de verdade, o quanto podemos interferir em todas essas coisas?

De maneira nenhuma, temos que fechar os olhos para os problemas da nossa sociedade como um todo. Devemos sim, cobrar, manifestar, para que haja soluções. Afinal de contas, os nossos governantes estão aí para isso.

O que me chama a atenção é o quanto nós como pequena sociedade (família,pessoa), estamos fazendo o que devemos fazer? O quando estamos sendo bons governantes?

É preciso olhar para a crise lá fora, mas é necessário olharmos para a crise (problemas) em que de fato o governo está nas nossas mãos.

Tá cuidando direitinho das finanças?

Sabe quando o Brasil sediou as Olimpíadas? As pessoas diziam que aquele dinheiro poderia ser usado para resolver muitos problemas? Eu concordo plenamente.
Fazendo um paralelo com a nossa pequena sociedade (família,pessoa), todas as vezes que destinamos o dinheiro para coisas que não são prioridades, estamos fazendo a mesma coisa.

Olha só que interessante, nesse governo você se reelege todos os anos.

Que diferentemente dos nossos governantes, a gente consiga fazer uma melhor distribuição da renda. Aquela que chega em nossas mãos em forma de salário, pagamento, seja como for.

Cuide muito bem do seu dinheiro. Faça tudo o que puder para usufruir do fruto do seu trabalho.

De maneira nenhuma, eu quero deixar transparecer que estou “defendendo” os políticos. O que quero é chamar a atenção para que do mesmo jeito que olhamos para a crise lá fora, olhemos mais atentamente para “a crise aqui dentro”.

Vamos mudar o mundo? O Brasil? A sociedade? A pequena sociedade?

Vamos mudar a pequena sociedade? A sociedade? O Brasil? O mundo?

Um abraço!

Lu Soares.


Continue Reading...

terça-feira, 16 de abril de 2019

Desperdiçar é um jeito de jogar dinheiro no lixo.



Nunca pensei tanto sobre o desperdício como atualmente.
Não sou o tipo de pessoa que esbanja e não se preocupa com o desperdício. Não. Ao contrário, tomo cuidado com isso.

A impressão que eu tenho é que a LENTE AUMENTOU e consigo observar cada detalhe do que está sendo desperdiçado:

A lâmpada que ficou acesa por alguns segundos sem necessidade.

A torneira que foi aberta com maior fluxo de água.

Aquele pouquinho de comida que ficou no prato.

O pote de detergente que foi apertado com mais força, aumentando a quantidade do produto.

O sabão em pó, sem medida certa, o amaciante...

A pasta de dente (recomendado pelos dentistas) que deveria ser usada em menor quantidade, mas acabamos usando muito por uma questão de hábito.

A fruta que estragou e foi para o lixo.

A quantidade de shampoo (shampoo pode ser bem caro né?).

Os esmaltes que endureceram e estavam pela metade (se aquela cor era tão legal, porque eu não usei?).

E tantas outras coisas que estão “perturbando a minha mente”.

Daí eu fico pensando o quanto de dinheiro é desperdiçado por conta do nosso jeito de consumir coisas tão simples e básicas.
Atitudes assim, despretensiosas, acabam por jogar pelo ralo o nosso rico dinheiro.

Eu te convido a prestar atenção (com uma lente de aumento) nas mínimas coisas do dia a dia e o quanto o desperdício está presente.

Espero que isso te incomode tanto quando me incomodou. E que como eu, resolva tomar algumas decisões e parar de jogar dinheiro fora, ainda que considere pouco.
E sabe o que mais? “Pequenas” mudanças de comportamento podem gerar grandes lucros para o nosso cofre.

Um abraço!
Continue Reading...

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Dica de festa Infantil. Dois em Um !



Quer uma dica de festa de aniversário infantil, boa,bonita e barata?

Ah! como eu amei esta ideia!

As mães de duas meninas que estudam na mesma escola e que fazem aniversário no mesmo mês, resolveram se juntar e fazer uma única festa.

Se fosse uma festa individual, seriam os mesmos convidados, já que as crianças são da mesma sala de aula.
Sendo assim, porque não, juntar todo mundo? 



Elas escolheram um parque (tem coisa melhor pra criança ?), em um lindo dia de Sol.


Optaram por doces "de bar", o que também animou o pessoal da terceira idade  os pais que estavam presente.

Uma decoração simples, porque a natureza se encarregou do resto.


Contrataram uma animadora, que fez artesanato e muitas brincadeiras com a garotada.





Tudo isso dividido entre as famílias, certamente não pesou no bolso de ninguém.



Xiiiii, mas tem que comprar dois presentes?

Com um pouco de criatividade, a gente resolve esse problema.


Eu achei a ideia genial.




Pensa aí, se dá pra fazer um festinha desta com o pessoal da escola, condomínio, igreja, família...


Se tiver alguma ideia boa, bonita e barata de festa infantil, conta pra gente!

Um abraço!







Continue Reading...

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Minhas férias organizada !


Todo mundo gosta de viajar. Viajar pode ser uma experiência muito rica e revigorante.
Quando eu ainda não tinha aprendido a usar bem o dinheiro, viajar era uma das causas que contribuíam para o endividamento.
Hoje, Aprendi a organizar as minhas férias e viajar sem que isso me traga qualquer prejuízo.
O que eu faço? 
Me antecipo.
Faço contas.
Abro mão de algumas coisas, mas:

Não abro mão de voltar das férias e continuar a minha rotina normalmente, cumprindo todas as minhas obrigações financeiras.

Não faço contas “de cabeça”. Tudo é colocado “na ponta do lápis”. Isso evita muitas surpresas desagradáveis.

Decido o lugar para onde vou.





Se for de avião, começo uns 7 meses antes a pesquisa do preço da passagem (para ter uma margem de valores).
Alugo carro pela internet com antecedência, pois é muito mais barato do que alugar direto no balcão. Escolho o carro que eu consigo pagar, não me preocupo com luxo nessa hora.
Estabeleço um valor para gastar com hospedagem, alimentação e gastos extras (compras).
Calculo o valor aproximado do combustível.
Faço um roteiro dos passeios, com uma previsão de gastos.
Organizo tudo em uma planilha, para saber o quanto eu tenho e o quanto irei gastar.


Dá um pouco de trabalho fazer todo esse planejamento, mas dá muito menos trabalho do que voltar de férias endividado.

Minhas férias foram incríveis
Viajei para o lugar que escolhi, fiz tudo o que desejei.

Não importa se é de avião,carro ou ônibus. Não importa se é hotel, casa de parentes, resort etc. 

O importante é não :“querer apenas ser feliz”, “deixar ver no que vai dar” “depois a gente vê como paga”


O bom é ser responsável, aproveitar bem as férias e viver com o mínimo de tranquilidade.

Se quiser, pode contar a sua experiência de viagem.

Beijo Grande!
Continue Reading...

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Envolvendo a criança nas decisões financeiras : Material Escolar

Material escolar! Quem nunca!?

Eu tomo muito cuidado, na hora de comprar o material escolar.
Sempre me incomodou os noticiários de telejornal, no mês de janeiro com aquelas entrevistas obvias de aumento de preço e lojas lotadas.

Então eu procuro, comprar com certa antecedência por uma questão de organização, conforto e economia.
Mas este ano eu notei que precisaria comprar poucos itens da lista, porque a maioria seria reaproveitado e por esta razão não antecipei a compra. Acabei comprando em uma loja pequena perto da minha casa. E sinceramente me arrependi, por que mesmo comprando poucos itens, acho que a conta ficou alta. 

Como minha filha já tem 7 anos e meio, achei que seria bom ela participar de todo o processo  que envolve a compra e a organização do material.

Acredito que esta participação contribui para a criança ter contato  com o mundo das finanças, porque quando falamos em dinheiro, falamos de:

Consciência
Participação
Colaboração
Realização
Conservação entre tantas outras coisas.

Olhamos juntas toda a lista de material e ela mesma reconheceu os itens que poderiam ser reaproveitados.



Fez um único pedido: Que fossem comprados lápis de cor novos,( mesmo alguns ainda estando bons). Justificou dizendo que as cores preferidas estavam pequenas. Concordei.

Tomou a iniciativa de fazer as "etiquetas" manualmente . com suas póprias mãos. ,  :)





















Foi muito bom perceber que ela está desenvolvendo características como :

Iniciativa, criatividade, comprometimento, persistência...e gente, isso tem tuuuuuudo a ver com dinheiro.





















Lavou os estojos e ficaram novinhos em folha.

Ensinar a criança a conservar o material escolar é ótimo para o desenvolvimento da educação financeira. Se não precisa comprar coisas novas, sobra mais dinhierinho pra fazer outras coisas bem divertidas.
Afinal a ideia não é mostrar que não se tem dinheiro para comprar os "tão desejados materiais" mas , que se não há necessidade, podemos enriquecer o cofrinho para compras mais legais.

Nunca dei muita importância para a necessidade de itens com personagens , então compro papel de presente e encapo os cadernos.
Como ela reage? Com naturalidade. Sempre explico que os personagens estão nos desenhos para serem assistidos e não precisam estar em todos os lugares (é claro que ela tem algumas coisas com personagens, mas quando encarece muito, eu não compro mesmo).

Envolva seus filhos e familiares nas decisões do dia a dia.  Assim, a gente vai preparando eles para a vida.

Os pais e responsáveis , tem boa intenção em entregar tudo lindo pro seu filho, porém nem sempre isso ajuda no desenvolvimento deles. 

Bora falar de dinheiro desde já.

Essa foi a minha experiência, se vc tem alguma, eu gostaria muito de saber .

Volte sempre. Um abraço! 














Continue Reading...

Blogroll

About